terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Como ter um 2017 Greenery de verdade

A Pantone anunciou há poucos dias a cor escolhida para pautar 2017. Trata-se do Greenery, um verde aberto, meio amarelado.
Olha o que eles disseram sobre a escolha da cor:
“Greenery é a cor dos recomeços. Seu tom cítrico levemente amarelado evoca aqueles primeiros dias da primavera, quando o verde da natureza começa a renascer, restaurar, renovar. Sua associação com folhagens e a exuberância da vida ao ar livre sinalizam ao consumidor o momento de respirar fundo, se oxigenar e revigorar.

Greenery é o tom neutro da natureza. Quanto mais submersas as pessoas estiverem na vida moderna, mais elas sentirão a necessidade de imergir na beleza física do mundo natural. Essa mudança se reflete na proliferação de todas as coisas “Greenery” no nosso dia a dia, do planejamento urbano à arquitetura, passando pelo design e lifestyle. Antes uma constante periférica, a cor está agora sendo puxada para o primeiro plano, se tornando uma matiz onipresente no mundo.”


Renovação. Renascimento. Essas palavras me marcaram. Achei tão poético e providencial eles escolherem o verde. O mundo está passando por profundas transformações e a relação com o consumo está mudando gradativamente. O possuir apenas por possuir está em queda e o consumo consciente está, de fato, tornando-se forte.


Mas, como ter um 2017 verde de verdade?







O artesanal está voltando. É muito mais prazeroso e significativo comprarmos de lojas locais do que de grandes marcas. Até porque, as microempresas poluem menos, contratam funcionários da região onde você vive e ajudam a economia local a girar.
Outra forma de consumir de uma forma consciente é comprar em bazar. Existem diversos tipos e eles estão cada vez mais em alta. Você pode comprar peças usadas ou até mesmo produtos exclusivos produzidos por microempresas.







O mundo é cercado de plástico por todos os lados. Para diminuirmos o consumo de produtos com esse material, vale adotar 1 caneca e leva-la ao trabalho, assim deixamos de consumir 3, 4 ou mais copos de plástico por dia.
O mesmo vale para as sacolinhas de supermercado. Tenha sempre na bolsa sacolinhas retornáveis, assim não precisamos ficar tão dependentes das sacolinhas de plástico dos mercados.







As plantas têm um poder incrível de nos reconectar com a nossa essência, além de deixar os ambientes mais alegres, cheirosos e bonitos, o que ajuda a melhorar o humor.
Tenha vasos com plantas verdes na sala ou no quarto e use a tendência greenery a seu favor também na decoração.








Em 2016 eu tentei virar vegetariana, mas não tive grande sucesso. Porém, naturalmente, acabei diminuindo o consumo de carne vermelha.
A criação de gado tem forte relação com o desmatamento de áreas verdes nativas. Segundo a organização não-governamental Viva!, que atua em defesa dos animais, 70% das áreas desmatadas da Amazônia são usadas para criação de pastos. 
Existe, ainda, outro fator que associa o consumo de carne ao desmatamento: “Boa parte da soja plantada em áreas de florestas, como a Amazônia, é utilizada para produção de farelo, matéria-prima da ração do gado criado confinado em curral”.
Portanto, deixar de comer carne vermelha em alguns dias da semana, ou mesmo apenas por 1 dias (procure sobre o projeto segunda sem carne) já ajuda muito.








Nem só de look do dia e decoração vive o greenery. Como a própria Pantene menciona, é tempo de renovação. Renovar o espírito. Renovar as relações.
Parar de reclamar sobre as pequenas coisas da vida já é um bom começo. É impressionante como a energia muda quando focamos em coisas boas e passamos a agradecer mais ao invés de reclamar. É o que eu sempre digo: energia positiva gera energia positiva.








Saia da tela do celular e vá abraçar os seus pais, tomar cerveja com os seus amigos e namorar. A interação humana é tão rica e, infelizmente, estamos cada vez mais distantes das pessoas. Passamos a vida olhando a tela do celular e esquecemos de olhar nos olhos das pessoas. Eu super me incluo nessa, já que sou ultra dependente do meu celular. É um trabalho diário mesmo... temos que nos policiar e aprender a usar melhor as tecnologias e redes sociais.

Vamos começar um 2017 mais ‘de verdade’. Vamos ter um 2017 mais verde, mais greenery!


Até lá! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares