quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Sobre reinventar-se através das Semanas de Moda

Em épocas de Fashion Week eu sempre paro parar pensar na forma como consumimos moda hoje em dia. 
Estamos perdendo a capacidade de experimentar, criar e se divertir com a moda para apenas seguir tendências que jogam no nosso colo todos os dias. 

Eu já escrevi sobre isso 1 milhão de vezes aqui no blog e vocês devem estar cansados de ler sobre o assunto, mas eu não posso ir contra o que acredito: estilo pessoal é mais importante que estar na moda. 
A partir do momento que nos conhecemos e sabemos o que gostamos ou não, unimos as diversas informações que temos por ai e criamos uma identidade própria. Essa é a verdadeira beleza deste universo! 

É maravilhoso poder se expressar através das roupas. Geralmente as primeiras impressões são construídas com base no que estamos vestindo. E, fala sério, quando vamos fazer algo importante pela primeira vez nos preocupamos muito mais com as peças que vamos vestir do que quando vamos apenas viver mais 1 dia. Por que? Porque, no final das contas, todos sabemos o que nos cai bem e o que a ocasião pede, mas temos uma certa preguiça de usar essa lógica no dia a dia, afinal, é mais cômodo usar o que é "hit", "trendy", "must have", pois assim não temos que nos preocupar com a nossa própria identidade, já que alguém (ou algum estilista) teve este trabalho .. hehe.

 
Não estou falando que eu não consumo Moda ou que não compro as "as peças que são a tendência da estação". Consumo sim. Muito! Já consumi até mais, mas hoje eu vejo tudo de uma forma muito mais leve e com menos ar de obrigação. 

Amo semanas de Moda. AMO! 
Adoro ver as coleções, o que os estilista do mundo inteiro estão pensando, como é o cabelo, a maquiagem, os tecidos escolhidos, as músicas. Acho mais maravilhoso ainda ver todas essas ideias geniais dos desfiles ganhando vida nas ruas. 
 
O que eu gosto mesmo é de encontrar no meu guarda-roupa peças parecidas com as que foram desfiladas. Gosto de pensar nas possibilidades que o meu closet pode me proporcionar. 
O tal do "e se eu misturar isso com aquilo? Nossa, nunca tive essa ideia, mas é ótima! Vou usar amanhã mesmo!". Essa sensação é uma delicia, quase como se tivéssemos comprado algo novo. Alias, é algo novo. Uma transformação na maneira como você olhava aquela tal peça de roupa que nem usava muito.  Você encontrou uma forma de renová-la e com isso renovar o seu espírito e a forma como você sai para encarar o mundo. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares